Sexo na gravidez é saudável; saiba os benefícios

"As contrações do orgasmo também ajudam a deixar a mulher mais tranquila e relaxada"

O sexo durante a gravidez é tratado por muitos casais como tabu ou assunto proibido. Entretanto, especialistas afirmam que é benéfico manter relações sexuais durante o período gestacional.

"As relações com o parceiro melhoram a autoestima da gestante, já que ela se sente mais valorizada e desejada nesse período de mudança corporal. As contrações do orgasmo também ajudam a deixar a mulher mais tranquila e relaxada"

Penetração vaginal pode provocar aborto ou machucar o feto?
Complexo e delicado de ser tratado por muitos casais devido ao constrangimento, a sexualidade durante a gravidez ainda gera muitas dúvidas. Centenas de casais ainda temem que a penetração vaginal possa provocar aborto, ou o pênis atingir o bebê a ponto de machucá-lo, dependendo do período da gestação. Giarolla explica que as relações sexuais liberadas pelo obstetra não têm risco, uma vez que o feto fica protegido pela bolsa d'água e pelo próprio colo do útero fechado até o nascimento.

Sexo na gravidez expõe mãe ou feto a algum risco?
Os riscos para o feto ou a mãe durante as atividades sexuais existem somente em situações específicos como casos em que se registra sinais de sangramento vaginal, dor ou perda de fluido amniótico, entre outros fatores que devem ser avaliados pelo médico. Fora dessas situações de risco, o contato físico e o afeto transmitido na relação sexual são muito importantes para os casais.
Segundo a médica, o momento pode ser propício para aproximação do casal, para expressar preferências ou descobrir novas formas de prazer. "Quem decide se deve ou não ter relação sexual durante a gravidez é o próprio casal. A sexualidade vai muito além do sexo por envolver sentimento, companheirismo e respeito. As trocas podem ser de várias maneiras, desde beijos até dormir de conchinha".



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Loading...